Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - Life_passenger

Páginas: [1] 2 3 ... 5
1
Muito do trabalho de observatorio de Saúde ao nível da Saúde passará a ser realizado pelas Unidades de Saúde Públicas que todas tem em mãos a revisão do diagnóstico de situação e até Setembro terão que realizar um plano de saúde. Tudo isto para que se priorizem necessidades.

2
Esperemos ter o mesmo retorno que a petição pelo M.D.P.

Cabe a todos os Enfermeiros divulgar e assinar esta petição pela Carreira de Enfermagem, posteriormente!

3
Assuntos laborais / Re: Eu, individualmente contesto!!!
« em: Março 11, 2009, 11:46:19 »
Enviem o protesto a todos os colegas é preciso passar a mensagem de protesto perante a Carreira de ... que nos propoem...

Enviem mails de protesto ... para mais informação : http://cogitare.forumenfermagem.org/200 ... -da-saude/


 ;)

4
Assuntos laborais / Re: Eu, individualmente contesto!!!
« em: Março 06, 2009, 15:21:44 »
Enviem cartas e passem a palavra

5
Assuntos laborais / Re: Eu, individualmente contesto!!!
« em: Março 06, 2009, 02:12:49 »
Fonte : http://cogitare.forumenfermagem.org/

Inundemos com cartas de protesto perante a Carreira de Enfermagem indigna proposta! Terão que nos ouvir…
Posted on March 4th, 2009 in Carreira, Enfermagem, Vida Real by Lifepassenger | Edit
Dando lugar a uma sugestão que aqui nos foi dada consideramos que não podemos descurar nenhuma possibilidade para que as forças politicas acordem ao que estão a fazer à maior e à mais cumpridora classe de profissionais em Saúde.

Apelamos a que publiquem este Post nos vossos blogs, transmitam-no via email e copiem a carta que vos deixamos (ver em baixo) para os seguintes sites, Fax ou email…

Carta para o Presidente da Republica (link- cliquem aqui) )

Carta ao Governo (link - cliquem aqui)

Ministra: Ana Jorge Morada : Av. João Crisóstomo, 9, 6º -1049-062 Lisboa
Tel.: 213 305 000 Fax: 213 305 175
Correio electrónico: gms@ms.gov.pt

Deste modo, voltamos a mostrar toda a nossa indignação. Várias foram as promessas sucessivas de que Enfermagem veria ser reposto o seu valor a carreira de Licenciados. Já estamos fartos de esperar, por isso deixamos este documento que caso assim entenderem só têm que assinar e enviar por mail ou fax para o Ministério da Saúde.


“Sra. Ministra da Saúde
EU, INDIVIDUALMENTE, TAMBÉM CONTESTO!

No passado dia 20 de Fevereiro, durante a Greve Nacional de Enfermeiros, a Sra. Ministra da Saúde anunciou e, finalmente, concretizou o envio, aos Sindicatos, da proposta reformulada, cujo compromisso tinha assumido no dia 29 de Dezembro de 2008.

Na proposta constato, e no que diz respeito a estes 4 princípios:

1. UMA CARREIRA PARA TODOS OS ENFERMEIROS – face a esta reivindicação, justa, o Ministério assume que a mesma apenas está dependente de uma decisão politica, razão pela qual propõe que os actuais enfermeiros, a contrato individual de trabalho por tempo indeterminado possam optar pelo que vier a ficar regulamentado neste decreto-lei. Contudo, isso não é suficiente! Nós, enfermeiros, não aceitaremos a manutenção de qualquer tipo de discriminação e, na realidade, o que a Sra. Ministra está a propor é o seu aprofundamento, porque, no âmbito da sua opção, estão vedadas todas as restantes regras aplicáveis aos colegas com contrato de trabalho em funções públicas e, inadmissivelmente, nada disto é possível para os futuros enfermeiros.2. UMA CARREIRA COM UMA ÚNICA CATEGORIA – a Sra. Ministra ao manter uma proposta com duas categorias, insuficientemente justificada com supostos conteúdos funcionais diferentes, contrários ao que hoje está legalmente consagrado no REPE, no Decreto de Lei que transforma a formação dos enfermeiros em Licenciatura e no Código Deontológico revela apenas ter um objectivo: IMPEDIR O DESENVOLVIMENTO DOS ENFERMEIROS NO LEQUE SALARIAL QUE O ACTUAL GOVERNO CONSIDEROU SER O MAIS JUSTO PARA REMUNERAR OS LICENCIADOS.

3. DESCATEGORIZAÇÃO DOS ACTUAIS ENFERMEIROS DA ÁREA DA GESTÃO – se a anterior proposta já era por nós considerada uma vergonha e um “atentado” à profissão, para esta só encontramos adjectivos num léxico pouco propício. Aos enfermeiros que estão, hoje, nas categorias de gestão da actual carreira de enfermagem, independentemente do que se tenha de reflectir sobre as práticas profissionais, foi exigido sempre concursos de acesso às categorias superiores; no acesso à categoria de enfermeiro graduado até 1988 para além do concurso era exigido um exame escrito de estudo obrigatório de 12 temas dos quais era escolhido 1 pelo júri. Para acesso à categoria de Enfermeiro Especialista era exigido, até 1991, nota positiva no exame de acesso à especialidade (a partir desta data passou a ser exigido a avaliação curricular), frequência da especialidade e posterior concurso de acesso à categoria, primeiro com exame escrito e depois com apreciação curricular. Para acesso à categoria de Enfermeiro Chefe e Supervisor era necessário a frequência dos cursos de Administração, concurso, apreciação e discussão curricular e, em muitos casos, avaliação do perfil psicológico. É DE TODO ESTE PERCURSO, INTRINSECAMENTE LIGADO AO DESENVOLVIMENTO DA PROFISSÃO que não é de todo admissível esta proposta da Sra. Ministra.

4. GRELHA SALARIAL – é inadmissível que a Sra. Ministra esteja a propor aos enfermeiros uma remuneração de ingresso na actividade abaixo daquela que o Governo, por lei, consagrou para os restantes Licenciados da Administração Pública. É intolerável que a Sra. Ministra apresente uma proposta que coloque o topo da carreira dos enfermeiros abaixo do topo da actual carreira de técnico superior. É insustentável que a Sra. Ministra queira perpetuar a discriminação do reconhecimento do valor social do trabalho dos enfermeiros e, mais grave, que inadmissivelmente diminua, na proposta que se pretende para e com futuro, as expectativas de desenvolvimento salarial quando a comparamos com a actual Carreira de Enfermagem.

Porque o que está em causa é a Profissão de Enfermagem e o seu Desenvolvimento;
Porque o que está em causa é o reconhecimento do grau académico e do valor social da profissão;

Porque não posso continuar a aceitar qualquer tipo de discriminação para e entre os enfermeiros, quer já estejam no exercício ou para os futuros,
CONTESTO E REPUDIO VEEMENTEMENTE A PROPOSTA QUE NOS ENVIOU!


…………………(assinatura)………………….…………… ”

6
Enfermagem e Politica de Saúde / Re: Sindicatos Enfermagem
« em: Novembro 18, 2008, 13:11:37 »
Falamos muitas vezes do que temos que fazer e esquecemo-nos do que já temos . Infelizmente retratos de colegas fechados nas salas de trabalho ainda são realidade.

Temos é que lutar juntos pelo que queremos e não olhar só aos nossos interesses ;)

7
Talvez essa venha a ser a nossa unica solução, mas enquanto todos não entenderem que temos que lutar para o mesmo rumo .. é complicado

8
Cuidados Gerais / Re: Cogitare em Saúde Proposta
« em: Agosto 24, 2008, 14:47:35 »
Verdade mas a falta de tempo e outros preparativos pessoais assim o impedem. No entanto a proposta mantém-se para todos os colegas que queiram escrever e ter o feedback numa outra face do fórum de enfermagem ;D

9
Cuidados Gerais / Cogitare em Saúde Proposta
« em: Agosto 21, 2008, 11:09:20 »
Caros colegas vinha por este meio deixar no Fórum um Desafio. O Blog - Cogitare em Saúde http://cogitare.forumenfermagem.org no próximo mês entra de Férias :D. No entanto não pretendemos que este espaço pare. Sendo assim pedimos aos Colegas que assim desejem para que escrevam artigos de Opinião.

Os artigos de Opinião deverão ter no máximo 3 páginas em word em letra 12 e deverão fazer-se acompanhar por foto (vossa )e email de contacto, bem como por um resumo para anunciar na página principal.

Os temas serão da vossa inteira responsabilidade e poderão ser sobre qualquer temática ligada à saúde. Poderão ainda realizar textos ligados apenas a assuntos actuais.

Os artigos ou textos poderão ser enviados para os mails :

Lifepassenger@gmail.com (Sérgio Sousa)

PS: Posteriormente iremos seleccionar os mais interessantes e pertinentes e ficarão On-line ::)

10
Assuntos laborais / Re: Tramados e mal pagos
« em: Março 02, 2008, 21:46:32 »
Isso apenas vai po-los a rir .. 3 horas????? ???

11
"Vai ser investigada a morte de um idoso no Hospital de Aveiro. O homem caiu de uma maca, foi transferido para os Hospitais da Universidade de Coimbra por causa dos ferimentos e acabou por morrer dois dias depois. O ministro da Saúde lamenta mas diz que mantém a confiança nos serviços do hospital.

Manuel Silva sofria de problemas na vesícula. Começou com vómitos no sábado à noite e resolveu ir às urgências do Hospital de Estarreja. Como foi necessário fazer diagnósticos complementares foi transferido para Aveiro. Por volta das 3h00 foi atendido."Para continuar a ler e comenta  as noticias clique aqui:
http://enfermagemsu.blogspot.com/

Deixo os vídeos da Reportagem desta noticia em formato de vídeo. O primeiro refere-se à reportagem propriamente dita e o segundo à resposta da Ordem dos enfermeiros e da Bastonária.
Para verem cliquem nos links:
Link do Video :
1º- http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=321692&tema=37
2º- http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=321693&tema=37




Podem comentar aqui no Forum ou no Blog COGITARE EM ENFERMAGEM. Abraços

12
Cuidados Gerais / Enfermeiros queixam-se de falta de condições
« em: Janeiro 22, 2008, 02:38:49 »
Texto Extraído do BLOG : [font=Verdana:3cpz94yj]COGITARE EM ENFERMAGEM[/font:3cpz94yj]- http://enfermagemsu.blogspot.com/

"Agora são os enfermeiros que se queixam de falta de condições de trabalho nas urgências do Hospital de Faro. Denunciam a escassez de espaço naquele serviço, onde há doentes internados mas em macas espalhadas pelos corredores. Já pediram a intervenção da bastonária e recusam assumir responsabilidades pela qualidade dos cuidados de saúde prestados aos doentes.

O ministro da Saúde desvaloriza a situação que se vive nas urgências do hospital de Faro. Correia de Campos diz que o objectivo do novo hospital central do Algarve será, antes de mais, resolver a grande afluência de doentes que se regista nos períodos de férias.

Para Correia de Campos, o grande problema do hospital de Faro não é a falta de espaço nas urgências, onde doentes com doenças respiratórias e pacientes com patologias graves estão a ser tratados sem o mínimo de condições, mas o problema maior são os turistas no verão.

É assim que o ministro da saúde justifica a construção do novo hospital central do Algarve, desvalorizando por completo o despedimento de um grupo de médicos e enfermeiros que em Novembro afirmaram não ter condições para trabalhar. "(Fonte : TVI)

Os Enfermeiros estão atentos e participam como é seu dever todas as situações em que a qualidade dos cuidados não é possível ser assegurada!Muitos serão os casos em que esta qualidade de cuidados, a prestar aos nossos clientes não existe. Cabe-nos a nós, Profissionais, comunica-las, para que se possa intervir.

Todos temos a perfeita noção que um serviço onde existem demasiados clientes internados, onde as condições para realizar cuidados de Enfermagem não existem levam ao Burnout, levam ao erro.

Citando uma utente de Anadia "Sr. Ministro Correia de Campos, de quem é a Culpa?"

Desvalorizar algo ou ignora-lo não resolve o problema. Penso que uma ida a este Serviço de Urgência de Faro e Reunir com as instituições, seus representantes e profissionais será a melhor Politica a tomar.
Digo eu, que também sou Cliente.


Qual a vossa Opinião? ::)

13
Cuidados Gerais / Re: Profissionalizar a O.E.
« em: Janeiro 21, 2008, 19:52:51 »
Pessoalmente deveria haver a tempo inteiro alguém responsavel pela Comunicação Social, a trabalhar a tempo inteiro. :)

14
Cuidados Gerais / Profissionalizar a O.E.
« em: Janeiro 20, 2008, 00:29:45 »


Enfermagem encontra-se num momento onde novas respostas, novos desafios se colocam! Neste sentido e perante a NECESSIDADE de se conseguir obter respostas e acções de modo rápido quer qualitativamente, quer quantitativamente penso que o nossa Ordem dos Enfermeiros deveria ser Profissionalizada

Em suma proponho esta discussão para ver se chegamos a algum consenso se acham que a Ordem deveria ser Profissionalizada! Isto implicaria termos Enfermeiros, Pagos para estarem a tempo inteiro a trabalhar nesta entidade que nos Representa!

Esta Profissionalização levaria ao abandono do actual sistema onde os enfermeiros tentam articular o seu trabalho com as responsabilidades e actividades da Ordem dos Enfermeiros. Fazem isto no seu tempo livre com custas para deslocações, mas sem remuneração e sem estarem como é lógico a 100% para todas as solicitações.

Esta Profissionalização é Realidade já noutras Ordens.  ;)

15
Terminando o que vos pareceu , tiveram a mesmo impressão do Representante da O.M. ou foi só impressão minha? Acham que a resposta à insinuação de que " o Enfermeiro não pode administrar morfina, pois a morfina pode matar", não foi bem Respondida pela Enfermeira Maria Augusta.

A imagem, isso é complicado mudar, por isso deixo a pergunta sobre os factos. ;D

Páginas: [1] 2 3 ... 5