Forumenfermagem

Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - zeus

Páginas: [1]
1
Assuntos laborais / Envio de CV em quantidades industriais
« em: Março 06, 2009, 21:40:11 »
Andei a procura e nao encontrei discussão nenhuma que tratasse isto (se ja existe entao o meu pedido de desculpas adiantado).

Eu sou um recém Licenciado. Acabei à cerca de um mês o curso. Como todos fiz o meu curriculo e estou atento a eventuais propostas de emprego que apareçam.
Claro, como somos mais que muitos nesta situaçao temos tendencia a falar entre nós, Maioritariamente sobre envio de curriculos. E claro a resposta que recebemos vai dar invariavelmente sempre ao mesmo tipo:
"Ja perdi a conta aos curriculos que enviei!"
"Já enviei dezenas deles!" (daqui a uns meses essas dezenas passam a centenas infelizmente)

Ok, sentimos esta necessidade de enviar curriculos para quase tudo o que aparece. Enquanto temos curriculos espalhados vamos tendo esperança.

Vamos à nosso caixa de correio electrónico e reparamos que os e-mails enviados ja excedem em larga escala os mails recebidos.
Estamos um dia no café todos juntos e combina-mos um "Curriculum Tour". Traça-mos no mapa os pontos de paragem, adapta-mos os curriculos para cada ponto, pedi-mos dinheiro aos nossos pais e partimos em busca do tão desejado primeiro emprego.
...
"É um dia novo, deixa la ver para onde vou hoje fazer a minha candidatura espontânea".

Vemos um concurso aberto, uma proposta de emprego e la vai mais um curriculo, mesmo que no final de contas não tenhamos os requisitos necessarios para podermos ser admitidos nesse concurso ou proposta:
- Não possuimos experiencia profissional;
- Não possuimos cédula profissional pq para tal, o nosso processo na ordem tem de passar por 5 sítios diferentes, demorando o processo todo cerca de 2 meses (entretanto, nesses 2 meses a quantia dispendida por todos nós no acto da inscrição ja rendeu uns valentes juros no banco!)
mas apesar disto tudo, enviamos o curriculo na esperança de sermos aceites - "Pode ser que passe...".


Agora a minha questão é:
Até que ponto esta situação generalizada(?) não pode trazer mais mal que bem?

Todos ja ouvimos rumores de empresas, lares e afins que têm "receio" de colocar anuncios de emprego para enfermeiros porque ja sabem que vao ter as linhas telefónicas entupidas, caixas de correio cheias, a sala de espera vai encher (aumentando o racio de enfermeiros naquela zona para valores ao nível da OCDE, que tao feliz faria a nossa ordem :O)

Conheço um enfermeiro supervisor que comentou comigo que tiveram que arranjar uma sala para fazer repositorio de curriculos. Está cheia! Ele diz q qd precisa de um enfermeiro vai a sala e escolhe um CV dos montes empoeirados... Ele comenta que se visse todos os curriculos que lhe mandam, entao não fazia outra coisa durante as horas de trabalho.

Quem é que ainda não foi entregar curriculo e mal deu um passo na entrada ouviu logo "São enfermeiros? Não estamos a aceitar curriculos". Quantas vezes já não fomos atendidos com maus modos e quantas vezes nos vimos "gregos" para conseguir que aceitassem o nosso CV?

Será que nós ao fazermos isto não estamos directa ou indirectamente a piorar a situação?
Estaremos a saturar os responsáveis com curriculos fazendo com que o processo em muitos sitios seja como jogar no euromilhoes?
Que consequencias mais pode trazer este envio compulsivo de CV?

Lá diz o povo: "   Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura"....

Páginas: [1]