Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - enfmiguelp

Páginas: [1]
1
Assuntos laborais / Concurso Hospital Fernando Fonseca???
« em: Maio 08, 2012, 11:59:08 »
Alguém sabe se está a vigorar concurso para este hospital? Soube que recentemente houve gente contractada sem estar em nenhuma lista, e parece que ontem houve concurso aberto por um dia. Ou seja, abriu e fechou o concurso ontem. Alguém por aqui sabe de algo???

Obrigado

2
Assuntos laborais / CONCURSO HOSPITAL GUARDA?????
« em: Novembro 02, 2011, 19:53:03 »
Ora com esta noticia:

http://www.radiofronteira.com/noticia.a ... on=noticia

e ao que parece também saiu no correio da manha de hoje.

E pelo que andei a perguntar não se sabe se haverá concurso. Alguém sabe de algo???????

3
"Se estamos no desemprego, temos de sair da zona de conforto e ir para além das nossas fronteiras". Foi este o conselho dado pelo secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Alexandre Miguel Mestre, aos jovens desempregados portugueses.

O governante, que falava perante representantes da comunidade portuguesa em São Paulo e jovens luso-brasileiros, considerou que Portugal não pode olhar a emigração apenas com a visão negativista da "fuga de cérebros", apesar de, quando era oposição, o PSD sempre ter defendido que a política de incentivo ao emprego do então governo socialista se limitava a mandar os portugueses para o estrangeiro.
Para Miguel Mestre, se o jovem optar por permanecer no país que escolheu para emigrar poderá "dignificar o nome de Portugal e levar ‘know how' do que Portugal sabe fazer bem". E caso a opção seja voltar, o emigrante, defendeu, poderá "replicar o que viu" no sentido de "dinamizar, inovar e empreender". Com o intuito de capacitar o jovem português, o responsável diz que o Governo pretende incentivar também os intercâmbios estudantis e os estágios no estrangeiro. O CM tentou contactar o secretário de Estado, sem sucesso.

Noticia em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/notic ... -emigrarem

4
Saido em na BEP: https://www.bep.gov.pt/pages/oferta/Ofe ... erta=24991


Código da Oferta: OE201110/0411
Tipo Oferta: Procedimento Concursal Comum
Estado: Activa
Nível Orgânico: Ministério da Justiça
Orgão / Serviço:  Direcção-Geral dos Serviços Prisionais
Vínculo: CTFP por tempo indeterminado
Regime: Carreiras Especiais
Carreira: Enfermagem
Categoria: Enfermeiro
Grau de Complexidade: 0
Remuneração:
Nos termos do n.º 3 do artigo 26.º da Lei n.º 55 -A/2010, de 31 Dezembro.
Sumplemento Mensal: 134.18 EUR
Caracterização do Posto de Trabalho: o mencionado no artigo 9.º do Decreto -Lei n.º 248/2009, de 22 de Setembro.
Requisitos de Admissão:
Relação Júridica: CTFP por tempo indeterminado
a) Nacionalidade Portuguesa, quando não dispensada pela Constituição,
convenção internacional ou lei especial;
b) 18 anos de idade completos;
Requisitos para a Constituição de
Relação Jurídica:
c) Não inibição do exercício de funções públicas ou não interdição para o exercício daquelas que se propõe desempenhar;
d) Robustez física e perfil psíquico indispensável ao exercício das funções;
e) Cumprimento das leis de vacinação obrigatória.
Habilitação Literária: Licenciatura
Descrição da Habilitação Literária: Licenciatura em enfermagem
Grupo Área Temática Sub-área Temática Área Temática
Saúde Enfermagem Outros
Locais de Trabalho
Local Trabalho Nº
Postos
Morada Localidade Código Postal Distrito Concelho
Direcção-Geral dos
Serviços Prisionais
1 Avª da Liberdade,9 Lisboa 1250139 LISBOA Lisboa                 
               
Lisboa                 
               
Total Postos de Trabalho: 1
Formalização das Candidaturas
Outros Requisitos: possuir o título de enfermeiro, nos termos do artigo 12.º do Decreto -Lei n.º 248/2009, de 22 de Setembro.
Envio de Candidaturas para: Direcção -Geral dos Serviços Prisionais, Avenida da Liberdade,
Contacto: 218812200
Data Publicitação: 2011-10-28
Data Limite: 2011-11-18
Texto Publicado
Jornal Oficial e Orgão de Comunicação Social: "Público
Texto Publicado em Jornal Oficial: Aviso n.º 21339/2011
Procedimento concursal para constituição de relação jurídica de emprego público na modalidade contrato em funções públicas
por tempo indeterminado, tendo em vista o preenchimento de 1 (um) posto de trabalho da carreira especial de enfermagem,
categoria de enfermeiro.
Para efeitos do Decreto -Lei n.º 437/91, de 8 de Novembro, com as alterações que lhe foram conferidas pelo Decreto -Lei n.º 412/98, de
30 de Dezembro, do Decreto -Lei n.º 411/99, de 15 de Outubro, alterado pela Declaração de Rectificação n.º 23 -B/99, publicada no Diário da República, n.º 303, 1.ª série -A, de 31 de Dezembro, faz-se público que por despacho da subdirectora -geral dos Serviços Prisionais, de 26 de Setembro de 2011, se encontra aberto, pelo período de 15 dias úteis, a contar da data da publicação do presente aviso no Diário da República, procedimento concursal (Referência 3/C/2011), para preenchimento de 1 posto de trabalho de enfermeiro, na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado.
1 — Legislação aplicável — o presente procedimento concursal rege- se pelas disposições contidas na Lei n.º 12 -A/2008, de 27 de Fevereiro, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 64 -A/2008, de 31 de Dezembro,
no Decreto -Lei n.º 69 -A/2009, de 24 de Março, na Lei n.º 3 -B/2010,
de 28 de Abril, na Lei n.º 55 -A/2010, de 31 de Dezembro, no Decreto -Lei
n.º 72 -A/2010, de 18 de Junho, na Lei n.º 59/2008, de 11 de Setembro,
na Lei n.º 58/2008, de 9 de Setembro, no Decreto -Lei n.º 437/91, de 8 de
Novembro, com as alterações introduzidas pelo Decreto -Lei n.º 412/98,
de 30 de Dezembro, no Decreto -Lei n.º 411/99, de 15 de Outubro, alterado
pela Declaração de Rectificação n.º 23 -B/99, publicada no Diário
da República, n.º 303, 1.ª série -A, de 31 de Dezembro, e no Código do
Procedimento Administrativo aprovado pelo Decreto -Lei n.º 442/91,
de 15 de Novembro, com as alterações introduzidas pelo Decreto -Lei
n.º 6/96, de 31 de Janeiro.
2 — Em cumprimento da alínea h) do artigo 9.º da Constituição,
a Administração Pública, enquanto entidade empregadora, promove
activamente uma política de igualdade de oportunidades entre homens
e mulheres no acesso ao emprego e na progressão profissional providenciando
escrupulosamente no sentido de evitar toda e qualquer forma
de discriminação.
3 — Local de trabalho — Estabelecimento Prisional de Santa Cruz
do Bispo.
4 — Conteúdo funcional do enfermeiro — o mencionado no artigo 9.º
do Decreto -Lei n.º 248/2009, de 22 de Setembro.
5 — Prazo de validade do procedimento concursal — nos termos
do n.º 1 do artigo 23.º do Decreto -Lei n.º 437/91, de 8 de Novembro,
o prazo de validade é de dois anos, contado da data da publicação da
respectiva lista de classificação final.
6 — Posicionamento remuneratório — os candidatos mantêm a
posição remuneratória correspondente à remuneração actualmente
auferida, nos termos do n.º 3 do artigo 26.º da Lei n.º 55 -A/2010, de
31 Dezembro.
7 — Requisitos de admissão ao procedimento concursal:
7.1 — Requisitos gerais — ser detentor de relação jurídica de emprego
público por tempo indeterminado ou encontrar -se em situação
de mobilidade especial e possuir os requisitos enunciados no artigo 27.º
do Decreto -Lei n.º 437/91, de 8 de Novembro.
7.2 — Requisitos especiais — possuir o título de enfermeiro, nos
termos do artigo 12.º do Decreto -Lei n.º 248/2009, de 22 de Setembro.
7.3 — Não podem ser admitidos candidatos que, cumulativamente,
Formação Profissional
2Texto Publicado em Jornal Oficial:
se encontrem integrados na carreira, sejam titulares da categoria e, não
se encontrando em mobilidade, ocupem postos de trabalho previstos no
mapa de pessoal do serviço idênticos aos que, para cuja ocupação, se
publicita o procedimento.
8 — Formalização da candidatura — As candidaturas devem ser formalizadas
mediante requerimento dirigido ao director -geral dos Serviços
Prisionais e entregue pessoalmente, durante as horas normais de expediente,
na Direcção -Geral dos Serviços Prisionais, Avenida da Liberdade,
9, 2.º direito, 1250 -139 Lisboa, ou remetido pelo correio para o citado
endereço, em carta registada, com aviso de recepção, expedido até ao
termo do prazo fixado para apresentação das candidaturas.
8.1 — Do requerimento deverá constar os seguintes elementos:
a) Identificação completa do requerente (nome, filiação, naturalidade,
data de nascimento, residência, código postal, telefone, número e data do
Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão e Serviço de Identificação que
o emitiu), número da cédula profissional, número fiscal de contribuinte
e situação militar, se for o caso disso;
b) Pedido de admissão ao procedimento concursal com a indicação
do Diário da República, número, série e data em que foi publicado o
aviso;
c) Habilitações Académicas;
d) Habilitações Profissionais;
e) Outros dados relevantes que os candidatos entendam ser susceptíveis
de contribuir para apreciação do seu mérito;
f) Documento comprovativo da existência e natureza do vínculo à
Função Pública, categoria que detém, bem como antiguidade na categoria,
na carreira e na Função Pública e avaliação de desempenho do
último triénio;
g) Menção do número de documentos que acompanham o requerimento.
8.2 — O requerimento deverá ser acompanhado da seguinte documentação:
a) Documento comprovativo da posse do curso de Enfermagem Geral
ou equivalente legal;
b) Cédula Profissional da Ordem dos Enfermeiros válida, com a aposição
de vinheta anual ou documento substitutivo que ateste a validade
da inscrição na Ordem dos Enfermeiros;
c) Documento comprovativo das Habilitações Académicas;
d) Três exemplares do Curriculum Profissional (devidamente datados
e assinados e com documentos comprovativos);
e) Declaração passada pelo Serviço a que o candidato pertence, comprovativa
da existência e natureza do vínculo à Função Pública (CTFPTI)
e da antiguidade na categoria, na carreira e na Função Pública e a posição
remuneratória correspondente à remuneração auferida.
8.3 — A apresentação dos documentos comprovativos das situações
previstas no 8.1 do presente aviso é dispensada nesta fase, desde que, o
candidato declare no requerimento de admissão ao procedimento conDiário
da República, 2.ª série — N.º 207 — 27 de Outubro de 2011 42555
cursal, em alíneas separadas e sobre compromisso de honra, a situação
precisa em que se encontra relativamente a cada um dos requisitos.
8.4 — As falsas declarações prestadas pelos candidatos serão punidas
nos termos da lei.
8.5 — O Júri pode exigir a qualquer dos candidatos, em caso de dúvida
da situação que descreve, a apresentação de documentos comprovativos
das suas declarações.
9 — Métodos de selecção — O método de selecção aplicável é a
avaliação curricular, nos termos do n.º 4 do artigo 34.º do Decreto -Lei
n.º 437/91, de 8 de Novembro, na redacção dada pelo Decreto -Lei
n.º 412/98, de 30 de Dezembro, em conjugação com o n.º 4 do artigo 13.º
do Decreto -Lei n.º 248/2009, de 22 de Setembro, e com o artigo 21.º,
da Lei n.º 3 -B/2010, de 28 de Abril.
A avaliação curricular visa avaliar a qualificação profissional dos
candidatos, ponderando, de acordo com as exigências da função, a habilitação
académica, a formação profissional, a experiência profissional
e outros elementos considerados relevantes.
9.1 — A classificação final dos candidatos será expressa na escala
de 0 a 20 valores, resultante da média ponderada pela aplicação da
seguinte fórmula:
CF = (2 × HA) + (3 × NCE) + (7 × EP) + (3 × FP) + (3 × OECR) + (2 × AC)
20
em que:
CF — Classificação Final;
HA — Habilitações Académicas;
NCE — Nota Final obtida no Curso Superior de Enfermagem ou
equivalente legal;
EP — Experiência Profissional;
FP — Formação Profissional;
OECR — Outros Elementos Considerados Relevantes;
AC — Apresentação Curricular.
3Texto Publicado em Jornal Oficial:
O método de selecção, terá carácter eliminatório. O resultado obtido na
aplicação da fórmula, será pontuado de 0 a 20 valores, considerando -se
excluídos os candidatos que na classificação final obtenham classificação
inferior a 9,5 valores.
Em caso de igualdade de classificação final observar -se -á o disposto
nos n.os 6 e 9 do artigo 37.º do Decreto -Lei n.º 437/91, de 8 de
Novembro
9.2 — Os critérios de apreciação e ponderação, bem como o sistema
de classificação final, incluindo a respectiva fórmula classificativa,
constam de acta de reunião do júri do procedimento concursal, que será
facultada aos candidatos sempre que solicitada.
9.3 — As listas dos candidatos admitidos e excluídos e de classificação
final serão publicitadas nos termos do n.º 2 do artigo 33.º e do artigo 38.º
do Decreto -Lei n.º 437/91, de 8 de Novembro, com as alterações introduzidas
pelo Decreto -Lei n.º 412/98, de 30 de Dezembro.
10 — Júri do procedimento concursal:
Presidente — Maria João Maurício Pinto Eliseu, enfermeira -chefe.
Vogais efectivos:
1.º vogal — Carlos António David Neves, enfermeiro -chefe que substituirá
a presidente nas suas ausências e impedimentos;
2.ª vogal — Maria do Céu Gonçalves Castelo, enfermeira especialista.
Vogais suplentes:
1.ª vogal — Dina Maria Ferreira da Silva, enfermeira especialista;
2.ª vogal — Maria Helena Tempera Filipe, enfermeira especialista.
27 de Setembro de 2011. — A Subdirectora -Geral dos Serviços Prisionais,
Julieta Nunes.
Observações
Opositores Obrigatórios (Candidatos em SME)
Questionário de Termino da Oferta
Admitidos
Masculinos: Femininos:
Total:
Total SME:
Total Com Auxílio da BEP:
Recrutados
Masculinos: Femininos:
Total:
Total Portadores Deficiência:
Total SME:
Total Com Auxílio da BEP:
Serão publicitados os candidatos SME no último dia da data limite de candidatura

5
Assuntos laborais / HPP VISEU
« em: Outubro 08, 2011, 18:32:35 »
Boa Tarde aos colegas.. Ora segundo esta noticia: http://www.hppsaude.pt/construcao_Hospi ... Viseu.html

Iria abrir um HPP para Viseu já no inicio do proximo ano. Sou de viseu e de facto passei pelo sitio onde será este hospital (bem como estar indicado), junto ao palácio do gelo (um centro comercial da cidade), a infra-estrutura está praticamente concluida (paredes em tijolo) bem como haver la máquinas em movimento. Alguém por aqui sabe de alguma coisa acerca de recrutamento para este hospital?? Passei nalguns lados e dizem-me.. ou que não aceitam curriculos, ou disseram para esperar, uma vez que nem concurso ainda está aberto... O que fazer???

Cumprimentos a todos

Páginas: [1]