Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - Ketamina

Páginas: [1]
1
Anúncios de Emprego / Re: Atenção - Anúncios Falsos
« em: Setembro 02, 2013, 16:04:10 »
É verdade, a desregulação do mercado de trabalho, esta uma desgraça, e mais ainda quando é o IEFP a aceitar estas ofertas de emprego.

2
Anúncios de Emprego / Re: Atenção - Anúncios Falsos
« em: Agosto 19, 2013, 17:10:24 »
Ola, bom dia, não sou enfermeira, mas denunciem isto, acho uma vergonha que andam a fazer às profissões na área da saúde
ENFERMEIRO (M/F) 
   
Oferta Nº:   588109821
Profissão Pretendida

Profissão:  ENFERMEIRO (M/F)

Experiência Anterior Exigida:  Não

Data Prevista para Ínicio do Trabalho:  2013-09-30

Local Trabalho

Freguesia(s):  CAMPO GRANDE;

Total de Postos (saldo atual):  1

Habilitações Literárias

Habilitações Mínimas:  Licenciatura

Nível de Qualificação:  Nivel: 6

Formação Profissional

Formação Profissional Exigida:  Não Relevante

Carta Condução

Tipo(s) de Carta Condução: Ligeiros

Horário Trabalho

Regime Horário: a combinar

Horas/Dia: 4

Descanso Semanal: Outro Rotativo

Condições Requeridas

Medida de Apoio à Contratação, via Reembolso da TSU: Esta oferta obriga a que o candidato tenha idade entre os 18 e os 30 anos à data da celebração do contrato e esteja inscrito, como desempregado no Centro de Emprego:
há pelo menos 6 meses consecutivos;
ou que não tenha estado inscrito na Segurança Social como trabalhador de determinada entidade ou como trabalhador independente nos 12 meses que precedem a data da candidatura à Medida, nem tenha estado a estudar durante esse mesmo período.


Descrição do Perfil: ENFERMEIRO (PART-TIME)

Normas específicas de higiene e segurança no trabalho:  Não   

Condições Contratuais

Tipo de Contrato Oferecido:  Termo certo

Duração:  6 (meses)

Regime de Trabalho:  Parcial

Remuneração Base Ilíquida:  320 EUR / Mês

Periodicidade:  Mês

Subsídios

Subsídio de Refeição:  Não aplicável

Subsídio de Transporte:  0 EUR

Subsídio de Turno:  0 EUR

Apoios Mobilidade Geográfica

Apoio ao Alojamento:  n.a.

Pagamento de Viagens:  Não aplicável

Competências

Uso de Documentos

Preencher ou criar tabelas e gráficos
Integrar e analisar informação a partir de diversos documentos
Comunicação Oral

Compreender informação transmitida oralmente, como por exemplo instruções de trabalho detalhadas

3
Assuntos laborais / Auxiliares de Acção Médica
« em: Agosto 03, 2012, 16:15:19 »
boa tarde, não sou enfermeiro,nem auxiliar de acção médica  mas sentirme-ia incomodado com isto:

Anúncio:
 
A Serhogarsystem Carnaxide recruta Auxiliar de Acção Médica/ Enfermeira com as seguintes características:


Procuram-se Pessoas idóneas e competentes, com muita experiência em cuidar de idosos dependentes.

A pessoa deverá ter muita sensibilidade, experiência e gosto, dedicação em trabalhar com pessoas idosas.

Deverá saber administrar alimentação por sonda nasogástrica, saber utilizar o BIPAP e aspirador de secreções.

Horário pretendido: Durante o dia (8h/20h) para semana e fim-de-semana

Solicitam-se referências

Registo criminal

Recibos verdes

Contactar: 969311352

Ver Oferta de Emprego: http://www.net-empregos.com/1510907/aux ... z22UqNTm6B
www.net-empregos.com - O maior site português de ofertas de emprego

4
Ola boa tarde, a primeira opção é sempre a disponibilidade da via oral se está disponivel ou não mas há sempre outras opções, tais como nutrição parentérica (dependendo sempre do estado clínico do doente e funcionalidade do tracto GI).
No fim de vida geralmente os doentes necessitam de pequenas quantidades de agua e alimentação.
Na minha perspectiva são situações que devem ser tomadas (pelo doente ou familiares) antes do fim da vida ou idealmente nas unidades de cuidados paliativos protocolos delineados.
Penso que muitas vezes não é 'deixar o doente morrer à fome', mas sim morrer com dignidade e respeito e isso também implica respeitar os desejos do doente, mesmo que por vezes podemos não concordar com ele.

5
Assuntos laborais / Re: USF - Recém-Licenciados
« em: Dezembro 31, 2011, 21:21:52 »
Modelos Organizacionais

As Unidades de Saúde Familiar (USF) são pequenas unidades operativas dos CS com autonomia funcional e técnica, que contratualizam objectivos de acessibilidade, adequação, efectividade, eficiência e qualidade, e que garantem aos cidadãos inscritos uma carteira básica de serviços.

Nem todas as USF estarão no mesmo plano de desenvolvimento organizacional. A diferenciação entre os vários modelos de USF (A, B e C) é resultante do grau de autonomia organizacional, da diferenciação do modelo retributivo e de incentivos dos profissionais e do modelo de financiamento e respectivo estatuto jurídico.


Modelo A. Este modelo corresponde na prática, a uma fase de aprendizagem e de aperfeiçoamento do trabalho em equipa de saúde familiar, ao mesmo tempo que constitui um primeiro contributo para o desenvolvimento da prática da contratualização interna. É uma fase indispensável nas situações em que esteja muito enraizado o trabalho individual isolado e/ou onde não haja qualquer tradição nem práticas de avaliação de desempenho técnico-científico em saúde familiar.

Modelo B. Este modelo é o indicado para equipas com maior amadurecimento organizacional onde o trabalho em equipa de saúde familiar seja uma prática efectiva e que estejam dispostas a aceitar um nível de contratualização de patamares de desempenho mais exigente.

Modelo C. Este modelo tem como característica a existência de um contrato programa. Podem ser equipas do sector público ou pertencerem ao sector privado, cooperativo ou social. Trata-se de um modelo experimental com carácter supletivo a regular por diploma próprio.

Fonte: http://www.mcsp.min-saude.pt/engine.php?cat=45

6
Trabalhar fora de Portugal / Re: Trabalhar nos paises nórdicos
« em: Dezembro 12, 2011, 18:49:07 »
Eu estou a ponderar seriamente para o ano ir para a Suécia!

8
Trabalhar fora de Portugal / Re: Trabalhar nos paises nórdicos
« em: Dezembro 10, 2011, 13:00:01 »
Ola boa tarde, eu também estou a ponderar ir para países nórdicos.........acabei o curso há um ano e ainda não arranjei nada!! as coisas estão cada vez mais difíceis por aqui.

Páginas: [1]