Social:
Mais de 4,7 milhões de preservativos foram distribuídos pela Direção-Geral de Saúde em 2017. O Dia Internacional do Preservativo assinala-se esta terça-feira.
A conduta dos hospitais de São José e Garcia de Orta, bem como do INEM, no atendimento de um doente com aneurisma, que morreu após quatro horas sem cuidados especializados, foi criticada pela ERS.
Em causa está o acesso a vales-cirurgia, emitidos pelos hospitais quando o tempo de espera dos doentes para uma operação se aproxima do tempo máximo de resposta garantido.
Cobrança foi a única a descer em 2017, num ano em que os cofres do Estado arrecadaram quase mais dois mil milhões em receitas.
segunda, 12 fevereiro 2018 05:43

Portugal, um Estado no osso

O país já não tem a troika cá dentro, mas continua entroikado. No osso. Como se fosse um esqueleto.
Mais de 1,3 milhões de chamadas foram atendidas pelos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM em 2017, indicou hoje o Instituto de Nacional de Emergência Médica.