Social:
quinta, 01 novembro 2007 15:59

SPESM: Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

Escrito por  Prof. Dr. Carlos Sequeira

A Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, pretende ter representação nacional e coloca-se ao dispor de outras organizações não governamentais para, na medida das suas possibilidades, contribuir para dignificar as práticas de enfermagem no contexto da Saúde Mental e Psiquiatria.

 

Carlos Sequeira

Professor - Escola Superior de Enfermagem do Porto

Doutor em Ciências de Enfermagem

 

Um grupo de Enfermeiros movidos pelo interesse comum de dinamizar/dignificar a Enfermagem de Saúde Mental/Psiquiatria e com intuito de se constituírem, como agentes activos na promoção do bem-estar e da saúde mental das pessoas, criaram recentemente (28 de junho de 2007), uma associação científica sem fins lucrativos, denominada por Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental (SPESM), publicada no Diário da República 2ª série, n.º 174, de 10 de Setembro.

Esta associação tem como principais finalidades: a divulgação científica, a investigação, a formação, a promoção da saúde e a melhoria das respostas às necessidades em cuidados de enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria.

Os seus principais objectivos passam por:

  • Promover a investigação, a divulgação e a formação dos profissionais com interesse na enfermagem de saúde mental e psiquiatria;

  • Promover a saúde mental das pessoas mais vulneráveis ao adoecer mental;

  • Promover a adaptação da pessoa e família aos processos de transição na saúde e na doença;

  • Promover a divulgação de informação actual em enfermagem de saúde mental e psiquiatria

  • Fomentar o desenvolvimento de competências nos cuidadores formais e informais que potenciem as respostas adequadas às necessidades em saúde mental;

  • Zelar pela implementação de boas práticas, como via, para a promoção da saúde mental;

  • (...).

Atendendo ao seu estado embrionário (durante o próximo ano), para a prossecução dos seus objectivos, pretendem preparar a eleição dos corpos sociais, envidar esforços para arranjarem um espaço (uma sala), que funcione como sede provisória, onde possam reunir, receber correspondência, organizar actividades, etc., organizarem um congresso, editarem o n.º 1 da revista da SPESM (única revista dedicada exclusivamente à divulgação de trabalhos de enfermagem de Saúde Mental); possibilitarem a inscrição de sócios e angariarem fundos que lhes permita funcionar de forma autónoma, privilegiando o contacto com os associados através da Internet (página em construção, já disponível (www.spesm.org), entre outras actividades que os sócios considerem oportunas.

Acreditamos que a junção de sinergias com outras associações congéneres seria extremamente positiva.

Esta é uma área onde os enfermeiros podem e devem desempenhar uma papel activo, pelo que as iniciativas e projectos comuns são “meios” a potenciar, de modo a que, os “fins”, correspondam aos desígnios de todos.

A Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, pretende ter representação nacional e coloca-se ao dispor de outras organizações não governamentais para, na medida das suas possibilidades, contribuir para dignificar as práticas de enfermagem no contexto da Saúde Mental e Psiquiatria.
 

Mais informações em www.spesm.org, ou através do mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

Ler 6051 vezes