Social:

As doenças ligadas ao aparelho circulatório matam mais as mulheres e os cancros são mais fatais para os homens.
Adolescentes com excesso de peso têm um risco maior de desenvolver cancro no intestino no futuro, de acordo com um estudo da Universidade de Harvard e do hospital da Universidade de Orebro, na Suécia.
O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) negou provimento ao segundo recurso do Ministério Público e confirmou a absolvição do farmacêutico e da técnica de farmácia, ilibados no caso da cegueira de seis doentes do Hospital de Santa Maria.
As mortes por tumores malignos em Portugal custaram 113.408 anos potenciais de vida em 2013, um valor muito superior aos 40.956 anos potenciais de vida perdidos devido às doenças do aparelho circulatório, a principal causa de morte no país.
A investigadora da Universidade de Coimbra (UC) Joana Barbosa descobriu que as células estaminais neurais diminuem no envelhecimento e na lesão cerebral, anunciou hoje aquela instituição.
Os tumores malignos foram responsáveis por 25.920 mortes, quase um quarto (24,3%) dos 106.876 óbitos registados em Portugal em 2013, sendo a segunda causa de morte, apenas atrás das doenças do aparelho circulatório (29,5%), revela esta terça-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). Estas duas causas representaram mais de metade (53,8%) do total de óbitos.
Um estudo da Universidade de Vila Real revela que 66% dos transmontanos rejeitam a medicação prescrita pelo médico, a maioria dos quais são portadores de doenças crónicas, enquanto 8% não pode comprar medicamentos por falta de recursos económicos.
A investigadora da Universidade de Coimbra (UC) Joana Barbosa descobriu que as células estaminais neurais diminuem no envelhecimento e na lesão cerebral, anunciou hoje aquela instituição.