Social:

A autoridade que regula o sector do medicamento (Infarmed) alertou hoje para a existência de preservativos contrafeitos de uma marca e modelos comercializados em Portugal.
Paulo Macedo defende a necessidade de se "ter muito cuidado na análise da informação", para apurar a eventual existência de "falha de serviços" ou "erro humano".
A autoridade que regula o setor do medicamento (Infarmed) alertou hoje para a existência de preservativos contrafeitos de uma marca e modelos comercializados em Portugal.
 Paulo Macedo defende a necessidade de se "ter muito cuidado na análise da informação", para apurar a eventual existência de "falha de serviços" ou "erro humano".
O ministro da Saúde afirmou hoje que o doente que morreu nas urgências do hospital São Francisco Xavier foi atendido nove minutos depois de entrar na unidade e alertou para o «alarmismo» e «falsidade» na análise das mortes nas urgências.
As urgências privadas podem vir a tratar doentes do Serviço Nacional de Saúde em alturas de maior afluência aos hospitais, segundo um conjunto de medidas que inclui a repetição da triagem quando o tempo de espera for ultrapassado.
Descida acontece porque os preços mudaram nos países de referência para Portugal: Espanha, França e Eslovénia.
Os medicamentos vão estar mais baratos a partir de 02 de março, altura em que terão de ter sido escoadas as embalagens com preços antigos, uma descida que resulta da revisão anual de preços, segundo o Infarmed.