Social:

A epidemia de ébola pode «explodir» na Libéria, matando mais de 90 mil pessoas até ao meio de Dezembro, de acordo com um novo estudo publicado na revista científica The Lancet Infectious Diseases.
Os primeiros testes de vacinas do vírus Ébola deverão começar em dezembro na África ocidental e centenas de milhares de doses poderão estar disponíveis em meados de 2015, anunciou hoje a Organização Mundial de Saúde.
Duas vacinas já testadas em animais estão a ser experimentadas em humanos, numa primeira de fase de avaliação para determinar a sua segurança, eficácia e resposta imunitária.
Os testes com vacinas contra a epidemia de ébola poderão ter início em África em Dezembro, declarou esta sexta-feira, em Genebra, Marie-Paule Kieny, subdirectora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS).
Uma equipa de cientistas da universidade norte-americana Johns Hopkins, onde se inclui o português Raul Saraiva, identificou uma bactéria na flora intestinal do mosquito transmissor que pode bloquear a transmissão da dengue e da malária.
A exposição ao sol pode desacelerar o ganho de peso e o desenvolvimento de diabetes tipo 2, segundo uma nova pesquisa.
A adesão à greve dos administrativos e auxiliares dos hospitais, que começou às 00:00 de hoje, ronda os 90%, disse à agência Lusa Luís Pesca, da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais.
O presidente dos Estados Unidos garantiu hoje que Nova Iorque se preparou «exaustivamente» para enfrentar o primeiro caso de Ébola confirmado na cidade, um médico que contraiu no vírus na Guiné Conacri.