Social:
terça, 05 agosto 2014 12:31

Greve de enfermeiros no IPO do Porto com adesão de 100% no internamento

A greve dos enfermeiros do Instituto Português de Oncologia do Porto regista esta terça-feira uma adesão de 100% no internamento, segundo fonte sindical, refletindo o "descontentamento" gerado pela "grave carência" destes profissionais e consequente "sobrecarga" de horários.

 

"Esta greve é o reflexo do descontentamento dos enfermeiros - não só do IPO, porque esta situação vive-se nos hospitais da região do Porto e em todo o país - quanto à grave carência de enfermeiros existente nos serviços hospitalares", afirmou a presidente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), Fátima Monteiro, em declarações aos jornalistas durante uma concentração de profissionais junto ao IPO.

Segundo a dirigente do SEP, "a falta de profissionais é particularmente sentida nos internamentos dos serviços de medicina e de cirurgia", em que se acumulam "horas e horas em débito aos enfermeiros, que trabalham 12 e 18 horas seguidas sem terem os descansos compensatórios, o que os leva à exaustão".

FONTE: http://bit.ly/1nnTfjS

Ler 2209 vezes