Social:
quinta, 24 julho 2014 11:38

Bob Geldof pede mais ajuda internacional para combater VIH/sida em países pobres

O artista irlandês Bob Geldof reclamou hoje mais ajuda internacional para que o continente africano possa combater o VIH/sida, classificando como vergonhosa e absurda a relutância de governos para financiar programas nos países em desenvolvimento.

Geldof, que falava aos delegados na conferência internacional sobre sida que decorre em Melbourne, considerou que a epidemia nos países menos desenvolvidos é "indissociável" da pobreza, criticando fortemente as nações ricas que não cumprem os compromissos de ajuda externa nesta área.

Segundo uma nota divulgada no site oficial da conferência de Melbourne, Bob Geldof, reconhecido ativista anti pobreza, a relutância “absurda" de governos para financiar programas de VIH nos países em desenvolvimento é "vergonhosa", sobretudo estando “a viagem para o fim da epidemia na sua última milha”.

“A proliferação da pandemia deve-se à pobreza. (…) Como podemos resolver? Ajudando a metade do mundo que vive com menos de dois dólares por dia”, afirmou.

Cerca de 12 mil delegados participam na conferência de Melborune, onde estão a ser debatidos até sexta-feira os principais avanços no tratamento do VIH/sida e das doenças associadas.

Ler 2336 vezes