Social:

terça, 10 fevereiro 2015 11:57

Ex-fumadores podem reverter danos cerebrais

Investigadores referem, pela primeira vez, o potencial de recuperação após uma pessoa deixar de fumar.
O INEM abriu hoje um concurso para contratar 85 Técnicos de Emergência para trabalhar em ambulâncias, na sua condução, no transporte de doentes e na prestação de socorro pré-hospitalar, segundo um aviso publicado em Diário da República.
A Médicos do Mundo (MdM) apresentou hoje uma oposição contra a patente do medicamento Sofosbuvir, para a Hepatite C, concedida pelo Instituto Europeu de Patentes, considerando que o laboratório pratica «preços exorbitantes» e que deve ser aberta a concorrência.
Os menores de 18 anos continuam com o mesmo padrão de consumo de bebidas espirituosas, apesar da entrada em vigor da nova lei do álcool em abril de 2013, que restringiu o consumo de espirituosas aos maiores de idade.
Os especialistas do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) defendem que a lei do álcool deve ser mais restritiva, ao mesmo tempo que sugerem mais controlo e fiscalização.
Os danos na camada exterior do cérebro causados pelo tabagismo podem ser reversíveis depois de a pessoa parar de fumar, mas poderia levar anos, segundo um estudo hoje publicado.
Um tipo de insulina experimental «inteligente», que age durante 14 horas, demonstrou avanços em ratos de laboratório e pode ser aprovada para provas em pessoas com diabetes tipo 1 em dois anos, afirmaram investigadores.
A líder da Organização Mundial de Saúde afirmou hoje que os cuidados de saúde universais são um poderoso instrumento para combater a desigualdade, aplaudindo países como Singapura, que recentemente introduziu um sistema de proteção para pobres e idosos.