Social:

Reformas antecipadas e "êxodo nunca visto no nosso país" preocupam sindicato. "Nem no período da Guerra Colonial houve tantos médicos a saírem para outros países".
Na quinta-feira o protesto chega ao Algarve. Adesão no Alentejo foi de 69%, mas no Hospital do Litoral Alentejano chegou aos 95%.
O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) disse hoje que, devido à «complexidade do processo», remeteu o caso dos dois médicos acusados pelo Ministério Público de homicídio negligente para a Administração Regional de Saúde do Norte.
Mais de três mil médicos pediram reforma antecipada desde 2011, muitos para continuarem a trabalhar no privado, segundo dados da Federação Nacional dos Médicos, que alerta ainda para a emigração de clínicos sem precedentes na história do país.
A greve dos enfermeiros levou ao encerramento dos serviços de exames especiais e de cirurgia do Hospital do Litoral Alentejano, informou o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, que convocou uma concentração em frente à unidade hospitalar.
O Governo dos Açores anunciou hoje a abertura de um concurso para recrutar 42 médicos, de várias especialidades, para os três hospitais e oito unidades de saúde no arquipélago, por ser «premente fazer face ao crescente número de aposentados».
As contas são do Infarmed - Autoridade do Medicamento. A revisão dos preços permitiu também que alguns hospitais, como o IPO do Porto, introduzissem tratamentos inovadores sem aumentar o valor global por doente.
É o segundo dia da greve dos enfermeiros, desta vez no Alentejo. Faltam enfermeiros e condições de trabalho no Hospital do Litoral Alentejano, denuncia sindicato.