Social:
segunda, 06 janeiro 2020 06:30

E se quem agride médicos e enfermeiros fosse tratado com tolerância zero?

Recusar cuidados de saúde nos locais onde os doentes agrediram profissionais é uma ideia polémica, mas que alguns já encaram como necessária para mudar comportamentos.

A ideia é controversa, e há mesmo quem entenda que pode nem ter sustentação legal: afastar os doentes violentos do contacto com os profissionais que agrediram, recusando-lhes assistência médica nos locais onde cometeram o crime. Mas também tem alguns defensores.

Mais populares

  • A violência contra os médicos – Opinião de João Araújo Correia

  • Pet

    Como ajudar os coalas afectados pelos incêndios na Austrália? Podes “adoptar” um

  • i-album
    Exposição

    Um olhar sobre o “sensível e mágico” mundo das mulheres da Índia

FONTE - Público

Ler 176 vezes