Social:
terça, 12 novembro 2019 15:19

PAN faz depender morte assistida do parecer positivo de três médicos

O partido entregou esta terça-feira um projecto de lei na Assembleia da República para discussão da despenalização da morte medicamente assistida. O PAN junta-se ao Bloco de Esquerda que já tinha também apresentado proposta semelhante no primeiro dia do novo Parlamento.

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) entregou esta terça-feira no Parlamento um novo projecto de lei para regular o acesso à morte medicamente assistida no qual propõe que ​o doente possa formular o seu pedido junto de um “médico à sua escolha”, devendo, num segundo momento, consultar um especialista na patologia que o afecta e passar, ainda, pelo crivo de um psiquiatra. Só com parecer positivo destes três clínicos o processo pode ter seguimento.

Mais populares

  • Ambiente

    Há sete meses que quase não chove no Algarve e a seca é extrema

  • Justiça

    Avós e tios de bebé abandonado em contentor vivem em Portugal

  • i-album
    Livro

    Steve McCurry fotografou “a beleza e dignidade silenciosa de cada criatura”

FONTE - Público

Ler 148 vezes