Social:
quarta, 17 julho 2019 19:57

Epidemia de Ébola na RDCongo considerada emergência global de saúde

Foi a quarta vez que a atribuição de emergência global foi discutida, tendo sido chumbada nas restantes três. Até segunda-feira, 2.512 pessoas estavam infetadas e 1.676 morreram de Ébola na RDCongo.

A epidemia de Ébola que se faz sentir na República Democrática do Congo foi considerada esta quarta-feira uma emergência global de saúde pela Organização Mundial de Saúde (OMS), avança o The New York Times.

A decisão foi divulgada através de uma declaração formal, que há muito tempo era pedida por especialistas em saúde pública. As declarações de emergência são emitidas de forma muito esporádica e cuidadosa, reservadas apenas a surtos que representam ameaças sérias à saúde pública e que correm o risco de se propagar a nível internacional. Com a emissão deste alerta, a OMS pretende aumentar a atenção internacional e mobilizar meios para tentar travar a epidemia.

A emergência global foi emitida tendo por base a votação de 11 membros de um painel de especialistas, explica o jornal. Foi a quarta vez que a classificação foi discutida, tendo sido chumbada nas três anteriores. O tema voltou a reunir o painel de especialistas depois de autoridades de saúde detetarem o primeiro caso de Ébola na cidade de Goma, onde vivem mais de dois milhões de pessoas. Esse paciente acabou por morrer.

Até esta segunda-feira, 2.512 pessoas estavam infetadas e 1.676 tinham morrido de Ébola na RDCongo. O combate à epidemia tem sido dificultado pela presença de um conflito armado nas principais áreas afetadas, no nordeste do país, assim como por uma desconfiança da população na intervenção médica.

Este é o maior surto de Ébola da história após o que se fez sentir na África Ocidental nos anos de 2014 e 2015 e que causou a morte de 11.310 pessoas e a infeção de 28.616. Na época, a epidemia também foi declarada uma emergência de saúde global.

FONTE - Observador

Ler 82 vezes