Social:
domingo, 16 fevereiro 2014 18:02

Enf. Nuno Pinto lança assIsT´U

O Enf. Nuno Pinto é responsável pelo site Diáspora dos Enfermeiros e tem exercido funções em Inglaterra nos últimos anos.

 

O Forumenfermagem entrevistou o Enf. Nuno Pinto, que é desenvolveu em co-autoria da app assIsT´U  , lançada para Ipad. Aproveitamos para saber mais sobre a iniciativa mais recente deste enfermeiro empreendedor.

 

Como surgiu a ideia de uma aplicação móvel para facilitar a comunicação dos doentes internados em cuidados intensivos?

Os dados que temos sobre cuidados intensivos demonstram que por ano, milhares de doentes são admitidos em unidades de cuidados intensivos por todo o mundo. Destes doentes, uma grande maioria ira requerer Entubacao Endotraqueal ficando incapacitados de comunicar com os seus cuidadores e familiares. Esta incapacidade gera muitas vezes ansiedade e confusão, episódios de delírio e dificulta sobremaneira a capacidade por parte dos profissionais de saúde de diagnosticar e tratar devidamente a dor e outros sintomas muito típicos de doentes críticos.

Os meios que temos ao dispor neste momento para comunicar com estes doentes são ainda muito limitados (ler os lábios. escrever com papel e caneta ou quadros de símbolos) ou extremamente caros e nem por isso eficazes.

Em conversa com um amigo médico que trabalhava comigo chegamos a conclusao que seria muito mais facil para doentes e profissionais se fizessemos uso das tecnologias ao nosso dispor para tentar criar uma aplicacao intuitiva e barata que permitisse comunicar com doentes de cuidados intensivos por todo o Reino Unido e idealmente um pouco por todo o mundo. E assim lancamos maos a obra.

screen480x480

 

Qual a vossa expectativa quanto a esta aplicação?

A aceitacao pelos nossos pares no Reino Unido foi bastante positiva e temos ja algum interesse por parte de outras unidades de cuidados intensivos em testar e utilizar a aplicacao para comunicar com os seus doentes. Foi tambem muito gratificante perceber por parte desses colegas que conhecem bem a realidade que aparentemente estamos no bom caminho e esta ideia foi realmente inovadora. Pretendemos assim que a aplicacao seja utilizada por unidades no Reino Unido e que os seus profissionais e doentes nos possam fornecer feedback que nos ajude a tornar a aplicacao ainda melhor

Têm planos para a sua divulgação e atualização? A intencao e apresentar a aplicacao em eventos de caracter cientifico e passar a palavra junto dos nossos colegas que queiram assim contribuir para melhor a aplicacao com a sua experiencia e feedback. Como a aplicacao se destina sobretudo a unidades de cuidados intensivos temos a nocao que a sua disseminacao nunca sera muito extensa, mas a intencao e mesmo idealmente poder mudar a vida dos nossos doentes nos cuidadso intensivos.

 

Têm planos para outras plataformas móveis?

Se tivermos fundos que o permitam, temos a intencao de criar uma versao para Android e ainda uma versao com as escalas de avalicacao para smartphones

 

Há planos para uma versão comercial com funções extra?

Esta versão está já muito completa e perto do que será a ideia final. Cada unidade que esteja interessada nesta tecnologia terá que comprar um Ipad e subscrever o serviço. Por cada doente terão que comprar um credito (o doente pode ficar 100 dias na unidade que o preço será sempre o mesmo ) e assim tornar esta experiência única para cada doente. Terão no entanto a vantagem de ter uma ferramenta muito intuitiva e mais fácil de se usar que os meios tradicionais e bem mais barata que os equipamentos médicos disponiveis. E idealizada e concebida por profissionais que trabalham na área e por isso terão talvez uma noção mais real do que se pretende com a aplicação.

 

Consideras que os enfermeiros são adeptos da utilização de tecnologias móveis nos seus cuidados?

Nao sei dizer, mas espero certamente que sim.